Imprimir
 
Anne Lígia Dokkedal Bosqueiro
Botânica: fitoquímica de duas plantas do cerrado

Ciências Biológicas; Botânica; Taxonomia Vegetal.

Olá, meu nome é Anne Lígia Dokkedal Bosqueiro, sou professora assistente doutora do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade Estadual Paulista do campus de Bauru. Recentemente desenvolvi as pesquisas “Constituintes químicos e atividades antioxidante e alelopática de bauhinia holophylla” e “Prospecção química e avaliação das atividades antioxidante e alelopática de myrcia bella cambess”, visando conhecer o perfil químico de duas espécies do cerrado e sua potencialidade como agente antioxidante. A metodologia utilizada foi basicamente espectrometria, que permite quantificar e conhecer os compostos produzidos pelas plantas. para isto, coletei as folhas das plantas, sequei-as e fiz os extratos, que foram fracionados até chegar às substâncias que caracterizam a espécie. O resultado mostrou que as espécies bauhinia holophylla e myrcia bella apresentam grande quantidade de flavonóides, ou seja, elementos altamente antioxidantes que combatem os radicais livres do corpo e podem ser usados no tratamento de doenças crônicas como o diabetes e o câncer. O trabalho de caracterização das plantas durou dois anos e foi desenvolvido durante o mestrado dos meus orientandos, Laís Goyos Pieroni e Luiz Leonardo Saldanha.
Podcast produzido por Gabriela Arroyo
Possui graduação em Licenciatura em Ciências pela Fundação Educacional de Bauru (1972), graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Faculdade de Ciências Farias Brito (1974), mestrado em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1982), doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (1990) e livre-docente pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Fitossociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: cerrado, florística, fitossociologia, ensino de ciências e educação ambiental.