+ POR PALAVRA
+ POR ÁREA DO CONHECIMENTO
+ POR PESQUISADOR
+ POR INSTITUIÇÃO

Facebook
Untitled Document


Você pode ouvir os arquivos de áudio num pop-up clicando em "ouvir" ou salva-los no seu computador clicando com o botão direito em mp3 e escolhendo a opção "salvar como...".
 
Luiz Roberto Evangelista
PESQUISA ABORDA RELAÇÃO ENTRE CRISTAIS LÍQUIDOS E BATERIA

Ciências Exatas e da Terra; Física; Física da Matéria Condensada.

PUBLICADO EM 25.01.2012
 
Eu sou Luiz Roberto Evangelista, professor da Universidade Estadual de Maringá e a minha pesquisa trata dos efeitos da adsorção sobre a orientação molecular de cristais líquidos nemáticos e dos fenômenos difusivos nesses sistemas. Essas substâncias, os cristais líquidos, são muito sensíveis a campos externos e podem ser encontradas nos mostradores de relógios, nos placares eletrônicos, em telas de celulares, em câmeras fotográficas, telas de computadores, televisores, etc. A nossa hipótese fundamental era a de que a presença de impurezas nesse meio líquido-cristalino poderia dar origem a íons por meio de dissociação química e esses íons teriam forte influência sobre a orientação das moléculas. Para funcionar em um celular, por exemplo, a tela que é feita de cristal líquido tem de estar sujeita a uma tensão elétrica que é fornecida pela bateria do celular, que vive descarregando. Quando estes íons estiverem presentes no cristal líquido e o fenômeno de adsorção ocorrer, então a tensão que a bateria vai fornecer ao mostrador não será aplicada diretamente ou efetivamente às moléculas. Como resultado, para que esse sistema funcione, a bateria vai acabar se descarregando mais rapidamente do que o projetado.
Podcast produzido por Natália Gatto Pracucho
Concluiu pós-doutorado no Politecnico di Torino (Itália). É doutor em Física de Partículas pela Universidade de São Paulo e mestre em Físico-Química pela Universidade Federal de Santa Catarina. É graduado em Física pela Universidade Estadual de Maringá.